quarta-feira, 4 de abril de 2012

Tares

O que é tares?
A tares é a vivência alerta da assistencialidade racional, libertária, científica e cosmoética, em seu mais alto grau, a favor das consciências.

Quem se dispõe a executar a tares?
A conscin interessada em dinamizar a evolução autoconsciente, em sua atual seriéxis crítica.

O que constitui a tares?
A execução consciente da assistência às outras consciências, sem a influência de crenças, em um nível mais amplo de rendimento evolutivo, construindo obras libertárias ou fazendo gestações conscienciais lúcidas.

Onde é desenvolvida a tares?
Na dimensão intrafísica aberta para os objetivos evolutivos, extrafísicos, máximos e ideais possíveis.

Quando se deve abraçar a execução da tares?
Depois de a conscin autocrítica esteja experiente quanto à execução lúcida da tacon.

Com qual processo libertário se compara a tares?
Com a tacon, ou a tarefa assistencial, primária, e bem mais fácil, da consolação. Consolar é ajudar cegamente sem ponderar nem julgar. Esclarecer é ponderar e julgar antes para ajudar depois.

Por que se desenvolve, hoje, a tares?
Por que as conscins mais lúcidas interessa, agora, a dinamização realista da assistência interconsciencial a fim de alcançarem a condição consciencial da desperticidade cosmoética.

Com que elementos se executa a tares?
Com a competência adquirida pela conscin através da assistência primária da tacon, começando, até, para quem se julgar competente, com o serviço diário da tenepes, ou tarefa energética pessoal.

Como executar a tares?
Através da dedicação à vivência frutífera dos princípios cosmoéticos e das verdades relativas de ponta da Conscienciologia.

Qual a vantagem de se executar a tares?
Eliminar as possibilidades da automimese existencial dispensável, e alcançar uma série de conquistas conscienciais, dentro do regime de multitarefa no desempenho da tacon e da tares.

Para que decidir-se pela tares?
Para renascermos, na dimensão intrafísica, com o objetivo fundamental de servir com lucidez uns aos outros, dentro de um clima de assistencialidade interconsciencial lúcida. A abnegação é a irmã mais íntima da moréxis.

Quanto se deve investir na tares?
O máximo que a conscin conseguir suportar com suas aptidões e talentos, a fim de viver no contrafluxo, dentro da manutenção dos serviços do esclarecimento magno, em seu mais alto patamar cosmoético.

Referência bibliográfica: 700Experimentos da Conscienciologia pag. 414.

Nenhum comentário:

Postar um comentário