quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Técnica da visualização projetiva


O que é a técnica da visualização projetiva?
É o processo pelo qual você procura ver, mentalmente as imagens indutoras da projeção consciente e criadas de modo deliberado, por sua própria imaginação.

Que outros nomes parecidos pode receber?
Autovisualização projetiva; visibilização projetiva; yantra projetiva.

Existe outras linhas de conhecimento que usam estas técnicas?
Sistemas diversos, através do tempo, vêm usando a visualização para atingir a projeção da consciência do corpo humano, especialmente: o cabalismo; a ioga tântrica; a ioga tibetana; a magia hermética; os modernos parapsicólogos; as práticas egípcias antigas; e o xamanismo.

Por que a visualização é importante neste processo?
Os exercícios de visualização são coadjuvantes poderosos para você se projetar, em razão de 4 fatores:
1.      Projeciologia. O ajudam de fato nos processos da projeção consciente voluntária.
2.      Descoincidência. Predispõem a descoincidência dos veículos de manifestação da sua consciência .
3.      Análise. Intensificam-lhe a capacidade de observar, analisar com clareza e exatidão os eventos extrafísicos.
4.      Mnemossomática. Agem na melhoria da sua memória e, consequentemente, na técnica da rememoração posterior às experiências projetivas.

Quais os passos da técnica?
Eis a técnica lógica de visualização que pode predispor você a deixar o corpo humano, através de 14 etapas:
01.  Isolamento. Isole-se em um quarto fechado onde você não seja perturbado enquanto estiver praticando os exercícios. Fique desnudo ou use apenas roupas leves e folgadas.
02.  Poltrona. Sente-se em uma cadeira de braços, confortável, ou poltrona, a 1 metro e meio de distância de uma parede de uma cor só, branca, por exemplo, para servir como tela de fundo, sem nenhum móvel próximo ou componente decorativo que lhe possa distrair a atenção.
03.  Vaso. Coloque 1 objeto simples, 1 vaso, por exemplo, diretamente na frente do seu campo visual.
04.  Fixação. Fixe atentamente o vaso até você memorizar minuciosamente tudo sobre ele, inclusive a forma, a cor, os contornos, a base a boca e sua utilidade.
05.  Visualização. Com as pálpebras cerradas, visualize e recrie mentalmente, fora da sua cabeça, à distância, o vaso e o quarto, com todas as perspectivas, contornos e proporções exatas.
06.  Conferência. Assim que as imagens visualizadas se desvanecerem, descerre as pálpebras e confira como o quarto, de fato, se apresenta na realidade.
07.  Repetição. Repita o processo, durante 20 minutos, diária e ininterruptamente, sem pular nenhum dia.
08.  Despertador. Assim que você dominar o processo indicado até aqui, ocorrendo as visualizações nítidas, ponha 1 despertador confiável à sua frente e memorize a hora. Cerre as pálpebras e visualize o despertador, inclusive a forma, as cores, os contornos e os ponteiros.
09.  Mental. Em seguida visualize o seu despertador mental tiquetaqueando longe dali, à distância.
10.  Poder. Depois de alguns minutos, descerre as pálpebras e verifique a hora exata no monstruário do despertador é aproximadamente a mesma que você visualizava . Se for, o seu poder de visualização, ou de projetar uma parte da sua consciência, estará atingindo o seu pique máximo e você poderá alcançar lucidamente a dimensão extrafísica.
11.  Minúcias. Nessa altura, primeiro você visuliza a si mesmo, com todos os detalhes da ação, deixando o corpo humano através do psicossoma.
12.  Autovisualização. O exercício de autovisualização através do psicossoma não significa que você deve pensar apenas que esta deixando o corpo denso, mas precisa visualizar, em minúcias, a sua própria duplicata extrafísica erguendo-se e libertando na dimensão extrafísica.
13.  Soma. Por outro lado, o processo de visualização faz você esquecer a existência do seu soma ou corpo humano, e você pode-se projetar pelo mentalsoma, quando se sentirá sem nenhum corpo. Para muitos praticantes este processo de visualização é mais fácil para se projetar conscientemente.
14.  Túnel. Outro recurso de visualização empregado para você se projetar conscientemente é a criação da imagem mental de um túnel escuro com uma saída distante. Exatamente quando você mentaliza o fato de estar atingindo a saída do túnel, o seu psicossoma se exterioriza do corpo humano.

Há uma técnica de visualização de execução mais fácil que a anterior?
A visualização pelo método da visão remota, por ser de execução mais fácil, pode funcionar como primeiro passo para o desenvolvimento da projeção consciente. Muitas pessoas experimentam a visão remota mesmo sem qualquer treinamento ou indução da projeção consciente.

E como é técnica da visão remota?
Eis a técnica simples da visão remota em 10 lances:
01.  Fotos. Arranje uma série de fotos grandes, tiradas por outrem, de diversas áreas da sua cidade ou do bairro onde você reside.
02.  Escolha. Escolha uma foto de área desconhecida para você, olhe para ela atentamente, e, então, sente-se em uma cadeira de braços, ou poltrona confortável, recolhido em um quarto isolado, e visualize o local reproduzido pela foto.
03.  Imaginação. Conserve as imagens visualizadas em sua mente tão longamente quanto lhe seja possível. Imagine você mesmo deixando o seu corpo humano, deslocando-se até àquela área e flutuando sobre ela.
04.  Detalhes. Observe todos os detalhes, formas, cores e estruturas possíveis da área visualizada, sem fazer censuras, julgamentos ou análises.
05.  Registro. Se puder, registre o que você visualizou e experienciou em um gravador, ou desenhe os detalhes mais relevantes entrevistos.
06.  Comparação. Depois disso, compare meticulosamente o que você viu com a foto.
07.  Extras. Destaque especialmente qualquer coisa extra ou diferente que você viu e que não aparece na foto. Isso pode ser uma paisagem atrás de um edifício, um conjunto de nuvens peculiares no céu (sempre efêmeras, mas sugestivas, por exemplo, sugerindo um tornado característico da região), uma construção nova em um lado, um veículo desusado ou antigo estacionado, ou qualquer minúcia mais que lhe chame a atenção.
08.  Local. Anote em um papel estes detalhes extras e então, imediatamente, vá de carro até o local.
09.  Correção. Diretamente, no local, veja se algumas das suas observações adicionais estão corretas.
10.  Funcionamento. Se você de fato nunca visitara o local antes, e se as suas obervações individuais suplementares estiverem corretas, está claro, que a sua vidência remota funcionou.

Poderia dar um relato deste tipo de técnica?
Um rapaz movido pela saudade da namorada, e que a mentalizava intensa e profundamente, durante uma tarde, antes de repousar em Brasília, pensando na praia carioca onde ela poderia estar com o seu grupo de amigos, viu-se perfeitamente lúcido na tal praia, o Arpoador, em Ipanema, Rio de Janeiro, àquela hora.
Esse projetor consciente, quando projetado, tentou falar à namorada e aos seus amigos e todos o ignoraram. O fato lhe causou profunda frustração.

Que chacra especifico para esta técnica tem de estar saudável?
Segundo a Holochacralogia, não se pode esquecer que a eficácia da técnica da visualização projetiva depende muito da qualidade das energias do frontochacra da conscin praticante.

Fonte:Projeciologia pag. 438-440.

Um comentário:

  1. Gostei do post. Realmente diz bastante sobre essas técnicas de viagem astral, mas me interesso pessoalmente na técnica de visão remota.
    Obrigado pelo esclarecimento, não encontrei muita coisa que me esclarecesse. Mas no teu blog eu entendi melhor.

    ResponderExcluir