terça-feira, 15 de novembro de 2011

Paracérebro

O que é o paracérebro?
É o cérebro extrafísico do psicossoma tanto da consciência que esteja dessomada (consciex), ressomada (conscin), ou projetada (projetor ou projetora) temporariamente através do psicossoma, com ou sem lucidez extrafísica plena.

Sinonímia. autotransfigurador; cérebro bioplásmico; cérebro do psicossoma; cérebro extrafísico; controlador do psicossoma; emocionalizador; para-encéfalo; segundo cérebro.

Onde se manifesta o paracérebro?
Se manifesta na dimensão extrafísica, quando consciex ou conscin projetada, seu funcionamento se dá tanto na condição da coincidência dos veículos de manifestação da consciência, quanto na condição da descoincidência desses mesmos veículos. Assim como o cérebro sedia o paracérebro, o paracérebro sedia o mentalsoma.

Quais as características do paracérebro?
Embora sendo, a rigor, a matriz do cérebro humano, é bem diferente deste em razão de suas variadas propriedades, por exemplo, estas 7:

1.      Sutilidade. O paracérebro apresenta sutileza maior por se leve e quintessenciado, não dispondo de matéria tão densa em sua estrutura livre como acontece ao cérebro protegido dentro do elmo ósseo da cabeça humana.
2.      Mutabilidade. O paracérebro se diferencia fundamentalmente do cérebro quanto à mutabilidade, ou seja: cada cérebro surge, desenvolve-se e desaparece juntamente com e para 1 só corpo humano; o paracérebro, menos perecível, sustenta o mecanismo da seriéxis da consciência em inumeráveis corpos humanos (retrossomas).
3.      Autotransfigurabilidade. O paracérebro tem a propriedade de alterar as formas extrafísicas do psicossoma conforme a atuação da vontade da consciência, seja de modo inconsciente ou consciente.
4.      Expansibilidade. O paracérebro permite a saída e a expansão livre do mentalsoma na dimensão mentalsomática, a área mais obscura ainda às perquirições na Terra.
5.      Emotividade. O paracérebro constitui o fulcro básico das emoções de todos os tipos que empolgam a consciência, daí porque o psicossoma é chamado de “corpo emocional”. Esta é uma das propriedades do paracérebro mais difíceis de serem utilizadas convenientemente.
6.      Força. O paracérebro apresenta força parapsíquica, derivada da dinâmica da vontade, extraordinariamente mais potente em sua sutileza do que a força física, ou força bruta, muscular, animal.
7.      Memorização. A qualidade da rememorização dos fatos extrafísicos, dos quais participa a consciência da projetora ou projetor humano pelo psicossoma, depende do nível da transmissão das lembranças do segundo cérebro (psicossoma) para o primeiro cérebro (soma). A parapsicofisiologia do paracérebro evidencia o fato de que este para-orgão do pensamento comporta simultaneamente, com naturalidade, as lembranças das vivências da consciência em duas ou mais dimensões conscienciais, ou resultantes das experiências da consciência em diversos mundos paralelos, o que não ocorre com o cérebro denso.

Todas as pessoas utilizam com eficiência o paracérebro?
A maioria das conscins mesmo quando se libertam temporariamente do predomínio da atuação do cérebro denso – durante as projeções conscienciais lúcidas – não sabem se utilizar com plena consciência e eficácia das possibilidades e parapercepções do paracérebro. Continuam a pensar, manifestando se através do paracérebro, como se ainda estivessem inibidas e presas ao cérebro denso. Depois que dessomam (morrem), o resultado disso, lastimavelmente é a instalação da parapsicose pós-dessomática: por muito tempo as consciências recém-dessomadas em geral não desconfiam das mudanças radicais das coisas ao seu derredor e que o corpo humano morreu e, as vezes, conforme o caso, até já se desintegrou (decomposição) de modo completo.

Um comentário:

  1. Muito obrigado sou feliz por existir esse blog pois é por onde tiro minhas duvidas obrigado.

    ResponderExcluir